segunda-feira, 4 de junho de 2012

Permaneça.


Lidar com o abstrato é passear descalço no escuro. Sentimentos parecem ser testados o tempo todo, a cada equívoco a gente repensa o rumo que damos em nossas vidas. Pena o amor seja sempre sacrificado, sendo ele a mais comum das emoções, vem sido tratado de forma tão leviana... Isto ainda me assusta. Todo mundo quer ser amado, muito mais até do que amar alguém. A questão é que para amar alguém, é necessário uma serie de coisas que nem todo mundo se dispõem a praticar, sem contar no risco de ainda assim não ter ricíprocidade. É exercitar diariamente a paciência, o cuidado, a alegria sobretudo a vibração de que vai dar certo, porque a vida foi feita pra dar certo. Nenhum erro passado, nada me fará desacreditar em cada ponta de felicidade que insiste em nascer todos os dias e de tudo o mais, que o "amor, por favor, permaneça."

2 comentários:

  1. Adorei. Ass: Nanda Maia.

    ResponderExcluir
  2. não sei porque hoje resolvi chegar aqui...
    sem mais! ^^=

    ResponderExcluir